quarta-feira, 1 de maio de 2013

Ayrton Senna e Homem de Ferro

Eu tinha apena 4 anos, mais me lembro do dia que Ayrton Senna nos deixou.
Hoje, 1° de Maio completam 19 anos da morte do maior  piloto brasileiro de Fórmula 1 do Brasil. Nessa mesma data no ano de 1994, Ayrton Senna sofreu um grave acidente no Grande Prêmio de San Marino, na Itália, e faleceu aos 34 anos. Algo que parou o Brasil, ninguém esperava que aquela corrida onde  ele estava ganhando terminaria antes da linha de chegada. Foi muito triste ver alguém tão importante se despedir das pistas que amava tanto e de todo o mundo de forma tão trágica. Eu era bem pequeno, mais guardo na memoria as imagens das cenas que mostravam a hora do acidente.
O que aprendemos com Ayrton Senna? 
Aprendemos que...
 "Não importa o que você seja, quem você seja, ou que deseja na vida, a ousadia em ser diferente reflete na sua personalidade, no seu caráter, naquilo que você é. E é assim que as pessoas lembrarão de você um dia.
"A verdade é que todo mundo vai te machucar,você só tem que escolher por quem vale a pena sofrer."
Um dia a tristeza vai embora... Aprendemos a sorrir novamente... Fazemos novas amizades... E vemos que todo aquele sofrimento do passado, não valeu tanto a pena... Pois se a vida fez as coisas andarem dessa forma... Foi porque não era pra ser... Pois se era pra ser o que pensávamos que era, não teríamos tomado rumos diferentes... Teríamos continuado caminhando na mesma direção."
Era um homem de fé, certa vez ele disse: "-Ganhar em Montecarlo era muito importante, e eu expliquei a Deus. Ele sabe tudo o que acontece em nosso coração. Mas é necessário entregar-se através da oração. E foi o que fiz."
Em 2010 Senna ganhou um documentário falando sobre sua história e esse documentário teria emocionado o roteirista do filme Homem de ferro 3 que fez uma pequena homenagem ao herói Brasileiro no filme. A homenagem acontece quando a senhorita Pepper Potts  encosta o capacete do Homem de Ferro contra sua testa. O ato foi inspirado pela imagem de Viviane Senna, que encostou sua cabeça no capacete do irmão, durante o funeral de 1994. Realmente foi uma cena emocionante do filme, quando todos acreditam que  Tony estava morto.
Recomendo o filme para quem ainda não o viu.