segunda-feira, 22 de abril de 2013

TERRA A VISTA!


Já se passaram exatamente 513 anos que os portugueses "descobriram" o Brasil.

De lá pra Cá muita coisa aconteceu ,nossa música tem evoluído a partir de várias influencias, os jovens estão se formando e lutando por seus direitos ( estão não é? ) , a taxa de desemprego tem diminuído e as pessoas estão se especializando  para ocuparem melhores cargos, muito tem se estudado para melhorar a saúde  educação e a expectativa de vida do Brasileiro é de 73 anos. mas vemos hoje características que carregamos desde o passado, será que o Brasil cresceu? Bom, se for comparar o Brasil de 1500 com o Brasil do século XXI veremos que a modernidade e a tecnologia trouxe grande avanços para o nosso país. hoje vamos fazer esse comparativo e detectar alguns pontos interessantes. É triste ter que dizer que papai noel não existe para uma criança, da mesma forma muitas pessoas ainda acreditam naquela história de conto de fadas em que os portugueses queriam ir para a Índia e "Sem querer querendo" acabaram descobrindo o Brasil, Na verdade Aqueles homens sabiam o que estavam fazendo e vieram ao Brasil a fim de levar nossos recursos naturais, roubaram nosso ouro, enganaram e escravizaram e dizimaram os índios, e trouxeram a nossa terra a corrupção que temos até hoje. Ou seja, desde o começo, pessoas ingênuas são enganadas por pessoas que querem apenas tirar proveito para si mesmas.
Trazemos na nossa cultura as marcas de um passado sombrio onde muitos negros morreram ou foram torturados nos engenhos de cana de açúcar ou nos cafezais. nossa terra foi batizada com o sangue de inocentes, um povo humilde que se contentava com coisas simples e sempre muito festeiro, daí vem a nossa cultura, nossas músicas, nossa fé.
O Brasil era um paraíso antes dos estrangeiros chegarem e acabar com tudo, hoje estamos muito bem sem eles. Somos a 6° economia do mundo, depois de Estados Unidos, China, Japão, Alemanha e frança. Somos hoje um país forte apesar de ainda ter muita desigualdade.
Parabéns Brasil! mas ainda precisamos avançar!